30 outubro 2017

Transição Capilar 3 - Mudança por dentro e por fora.

Olá queridas! Como vocês estão?

Vamos ao terceiro post sobre a minha transição capilar e hoje vou abordar outros fatores que não foram citados antes! Pra quem perdeu aqui está o post 1 e o post 2.
Como vocês puderam ler nos títulos anteriores, ambos são perguntas que fiz para mim mesma, mas agora precisava de respostas! Terminei o último post relatando como me senti no primeiro dia de cachos e me da vontade de rir toda vez que lembro! Aquela sensação foi diferente de tudo que senti, mais louca do que quando tirei meu mega hair após 7 anos consecutivos de uso. 
Somos feitos de fases. Elas nos ajudam a crescer e a amadurecer. E mudar o cabelo pode não parecer, mas muda muita coisa! Depois daquele dia, o primeiro com cachos, não usei mais chapinha. Comecei a procurar produtos e influenciadoras que tratassem do assunto com clareza. Ali vi que não tinha mais volta, estava mesmo decidida.
Com o passar dos dias, me via cacheada e feliz. Isso foi me gerando mais confiança ao ponto de olhar para meu guarda roupas e dizer: Essa não sou mais eu! Estou doida para poder comprar mais peças que se encaixem nessa nova personalidade, identidade. Pode parecer fútil, mas não é. Acontece que antes de mudar por fora, mudei por dentro (e ainda estou mudando e continuarei!) e isso refletiu no meu exterior. Não, não vou fazer a consumista e comprar tudo que eu ver pala frente ou radicalizar e fazer o visual futurista rs, mas me sinto tão bem agora que posso ousar porque não estou com medo de julgamentos, de olhares, de pré conceito, nada. To bem, to feliz, completa. 
As mudanças vão além de roupa, maquiagem, estilo... Me mudei de casa (não por causa da transição rs) e nela vi que queria algo diferente, móveis, decoração... Até o blog eu mudei! Perceberam né? rs Após bastante tempo no mundo rosa, olhei para ele e vi que não mudo faz tempo! Estava em um círculo! Ainda gosto e certamente um dia vou voltar, mas por hoje, quero que a mudança seja essa, mais seriedade sem deixar de ser eu mesma, vocês vão ver isso pela forma que me expresso aqui.
Acredito que esse seja o passo mais importante de todos. Porque pra muitos o cabelo cacheado é motivo de pré conceito, e hoje me vejo responsável a quebrar esse tabu. Os cachos me trouxeram confiança, felicidade, força, auto estima, coisas que eu tinha, mas era pouco porque não era bem "eu". Agora não, essa sou eu, sempre fui. Só estava adormecida!

Bom queridas, esses três primeiros posts foram me expressando para vocês, desabafando. Nunca falei isso dessa forma tão clara com ninguém rs. Agora, nos próximos posts já vou falar de produtos e cuidados com os cachos. Não pisquem se não vocês podem perder rss.

Espero que tenham gostado! Beijos e fiquem com Deus! <3

PS: Mudei minhas redes sociais para BlogDaSuellen. Em um outro post explico mais ;)

15 outubro 2017

Midi Black

Olá queridas! Como vocês estão? <3

Olha quem resolveu aparecer!! rss Sim, sei que estou bem sumida daqui, mas não vou abandonar o blog! Não se preocupem ;). Essas fotos são antigas, como vocês sabem estou em Transição Capilar e olhar essas fotos com cabelo alisado mostra e fortalece ainda mais a ideia de que fiz o certo. Não me vejo bonita nessas fotos rs. Ah o próximo post falarei mais sobre isso, mas hoje vamos falar de look!

Bom se tem uma tendência que eu me apaixonei foi pelo comprimento midi. Midi são esses vestidos e saias na altura da batata da perna. Para quem é alta e gosta de disfarçar, fica muito bonito porque dá a ilusão que a pessoa fica mais baixa visualmente. Fica proporcional dependendo de como usado.

   


Tenho MUITA dificuldade de achar saias nesse comprimento #Triste. rs Mas esse vestido foi um achado na Marisa do Norte Shopping pela minha mãe que aproveitou e comprou para me presentar :). 

 


Como podem perceber, ele tem uma alça fina com ajuste em cima dos ombros e tem uma manga cigana curta que fica caidinha ao lado dos ombros. Seu modelo é godê porque é rodado com leves pregas. O tecido é pesado e não voa com facilidade rs

   
Tinha branco também mas achei o preto mais elegante. Não sei se ainda tem mais porque já faz um tempinho:(. Lembram desse vestido? Ele que estou usando neste post, mas agora em sua forma original. Gosto de variar com outras peças por cima porque parece que sempre tenho uma peça "nova" #FicaDica.

 
Fotos por: Marlon Silverio (esposo ♥)

Quero e preciso achar mais desses modelos rss Se eu achar, prometo que compartilho com vocês! É isso queridas, espero que tenham gostado! Não esqueçam de deixar seus comentários! Beijos e fiquem com Deus! <3

10 setembro 2017

Transição Capilar 2 - E se eu não gostar?

Olá queridas! Como vocês estão?

Lembram que neste post comecei a falar da transição e que iria estar contando mais sobre essa mudança? Então, chegou o momento! rs.
Porque cachos? Porque agora? Porque não antes? E se me arrepender? E se não gostar? E se não combinar comigo? E se estranharem? Porque, e se... Muitos "porque" e "e se" passaram pela minha cabeça antes de me definir. Fiquei com muitas dúvidas porque foi como disse no post anterior, não era uma mudança de modinha, mas sim para meu retorno a minha real identidade. Depois de tanto tempo alisando o cabelo, não me via mais de outra forma. Além disso, tinha medo de como eu me veria e de como me veriam. Isso é normal. Afinal, alisar o cabelo era algo que me trazia conforto e segurança por conta dos padrões da sociedade e voltar para os cachos seria como trocar o certo pelo duvidoso. Mas se arrisquei ir do cacheado para o liso, porque não arriscar novamente fazendo o contrário?
A decisão da transição não pode vir de ninguém além de nós mesmas. Precisamos estar decididas para não sermos influenciadas novamente pelos padrões, precisamos ser fortes para não desistir, precisamos de confiança para nos sentirmos bem com nós mesmas, precisamos nos motivar todos os dias porque dá preguiça de cuidar, precisamos dedicação porque o cabelo não fica com um cacho definido de um dia para o outro, precisamos de persistência, paciência, e muitas coisas que por mais que alguém nos ajude com estímulo, não adianta se isso não vier primeiro do nosso interior.
Quando decidi fazer a transição não contei a ninguém, nem esposo, família, amigas, ninguém sabia porque não queria uma segunda opinião para me influenciar. Foi a melhor coisa que fiz! 
No primeiro dia de cacheada, estava atrasada e precisava fazer algo rápido no cabelo, foi quando me questionei de porque não ir de cabeço cacheado. Bom, não tinha produtos específicos em casa, não sabia como começar, então fui fuxicar minha gaveta de produtos e achei um (que vou mostrar em outro post) que era para modelar o cabelo para fazer penteado. Umedeci os cabelos e apliquei ele apertando para tentar achar os cachos rs. Ao término me olhei no espelho e me arrependi MUITO de não ter filmado! Que sensação louca! Não dá para explicar! Eu me olhava no espelho, gritava, saia da frente do espelho, voltava, gritava, ria, saia, voltava, ria... Exatamente assim! rs
Me senti tão eu como nunca tinha me sentido antes, dá pra entender?

Vamos entender mais com os próximos posts rs. Mas espero MUITO que vocês estejam gostando e se identificando. Em cada detalhe tento mostrar o máximo que se passou dentro de mim.

Não deixem de me acompanhar nas redes sociais!
Beijos e fiquem com Deus <3

14 agosto 2017

Que não seja mais um.

Olá queridas! Como vocês estão?

Como vocês deves estar sabendo, e se não estão saberão agora rs, começamos hoje o propósito do Jejum de Daniel. O link que marquei é antigo, mas nesse período do jejum ele é sempre um dos mais visualizados. Com isso faço uma ideia que vocês vem para ter mais conteúdo nesses dias. (Se você não sabe o que é, clique neste link que está tudo explicadinho!). Se digitar Jejum de Daniel na barra de pesquisa (à direita do blog) vocês terão acesso a todos os posts que fiz dando dicas de filmes, livros, blogs... Tudo para nos edificar nesses 21 dias!
Dessa vez vou fazer um pouco diferente, vou deixar aqui um vídeo para que vocês fiquem com água na boca rs. Não postarei no blog a sequência deles porque são 40 vídeos e a maioria ainda não foi publicada, mas ai vai depender de cada uma de nós correr atrás para dar continuidade ao propósito.
É o desafio Mais linda em 40 dias da dona Nanda Bezerra, esposa de pastor que tem se dedicado em seu blog e no youtube a ajudar suas seguidoras espiritualmente. Há um tempo atras teve outro desafio desse, mas esse é outro, atualizado inspirado em seu livro! Ainda que você já tenha feito o outro e olhe para si e diga: estou bem! Não é e nunca será demais se cuidar para ficar cada dia melhor para Deus, então as aconselho a assistir. 
Comecei meu desafio hoje e espero crescer mais espiritualmente. Desejo o mesmo para vocês! Então vou deixar o vídeo aqui do embaixo para facilitar rs. Assistam com calma, se não entender, assista novamente e até anote o que mais chamar sua atenção para que não venhamos apenas assistir o vídeo, mas sim vivê-lo para que não seja mais um jejum!


Ah, não deixe de comentar aqui se vocês também estão nessa fé!
Espero que tenham gostado! Beijos e fiquem com Deus! <3 

23 julho 2017

Transição Capilar 1 - Faço ou não?

Olá queridas! Como vocês estão?

Decidi enfim falar sobre a transição capilar. Na verdade hoje vou mesmo fazer um desabafo rs Quero fazer desse post um quadro relacionado a transição aonde vou falar de como estou me sentindo, produtos que tenho usado, vlogs (sim teremos videos, principalmente quando eu for dar o famoso big chop (corte que tira a parte com química).
Percebi que hoje as mulheres estão MUITO mais autênticas, descobrindo e procurando suas identidades naturais, então, dai está saindo a tendência da transição capilar!
O que é transição Suellen? É quando paramos de usar química nos cabelos para deixá-los ao natural. Por isso temos visto muitas gente cacheada por ai, não só mulheres, mas até os homens! Agora muitas pessoas estão deixando a química de lado e assumindo os cachos!
Nesta foto vocês podem ver como era meu cabelo na infância (dá pra ver os cachinhos? rs). Eram lindos! Porém, nunca gostei de cachos... Me sentia mal por ter cabelo cacheado porque pensava que cabelo bom era cabelo liso e isso intensificou dentro de mim quando comecei a estudar e a sofrer bullying. Na época eu era uma das poucas com cachos e logo cedo decidi usar química para alisar. Passei boa parte da infância alisando o cabelo, na adolescência mantive o ritmo e já adulta, também. Até que depois de duas progressivas que deram errado (ainda bem não é? rs Ela "deu errado" porque não alisou muito bem como eu estava acostumada porque fiz com uma profissional diferente) e com isso comecei a ver meus cachos crescendo na minha raiz se destacando do meu cabelo "liso". Foi quando comecei a pesquisar sobre transição, ainda sem estar definida sobre fazer. Queria informações, depoimentos, queria saber tudo necessário porque a transição é uma mudança de identidade! Sim, me vi durante ANOS, inclusive a maior parte deles com cabelo liso, tanto que nem tenho lembrança na minha mente do meu cabelo cacheado, só em fotos! E agora eu estava prestes a voltar a minha identidade REAL de uma forma que eu não me via nem me imaginava por muito tempo. Tive medo. Não queria mudar por modinha, queria mesmo minha identidade de volta, sabe?

Aguardem a parte 2 em breve! Vou numerando os títulos para que ninguém se perca porque certamente teremos MUITOS post relacionados a esse assunto rs O próximo também será um bate papo porque não quero influenciar a vocês a fazer a transição também, quero que vocês desejem fazer! Se libertar, voltar as suas raízes, se sentir bem consigo mesmas... Isso tudo começa por dentro então antes de falar realmente do que tenho feito, vou falar como tenho me sentido e como me senti no primeiro dia de cachos... Aguardem!!!

Enquanto isso, que tal me acompanhar pelas redes sociais, em? Estou sempre por lá! Beijos e fiquem com Deus <3
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
© Blog Marque-se - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tatiana Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo